Compra e venda de usados, uma ação cada vez mais comum

A moda é um campo que se move em alta velocidade, o que está agora na crista da onda passando alguns meses é esquecido. As marcas estão continuamente lançando novas coleções e tendências do mercado, fazendo com que as pessoas adquirem roupas novas a cada temporada, o que ao final leva a ter grandes quantidades de roupas que não é usada em nenhum momento.

Agora, com o problema da crise, um novo mercado de roupas está abrindo seu espaço, é o conceito de segunda mão, ou usados, cada mais difundido nos países latino-americanos, como Argentina, Uruguai e Colômbia, Brasil, tudo graças ao conceito da Internet, que permite postar um anúncio grátis onde são oferecidas esse tipo de roupa usada.

Embora muitas pessoas ainda estão relutantes em comprar este tipo de roupas ou acessórios, são mais e mais pessoas que optam por este modelo ao renovar seu guarda-roupa tão frequentemente pode encontrar ternos ou vestidos de marcas mundiais, a preços muito baixos e em perfeitas condições.

O principal medo que têm que enfrentar as pessoas ao comprar online, é o de não saber o estado das peças, mas na maioria dos casos o seu estado é perfeito, uma vez que as lojas que vendem este tipo de vestuário, exigem aos usuários que as vendem, que as mesmas não tenham nenhum dano.

Graças a este tipo de compra - venda de roupas de segunda mão, as pessoas conseguem um duplo benefício. Em primeiro lugar, conseguem recuperar parte dos gastos feitos quando eles compraram a roupa pela primeira vez, além de liberar seus armários de roupas que nunca mais vão usar. E segundo, porque eles também podem comprar itens semelhantes a um preço reduzido.

                                                                               

                                                                                                                                        

O mesmo está passando com os móveis usados, e creio que a uma escala maior ainda, porque no caso dos móveis, os compradores não têm tanto medo de arriscar-se.

Muitas vezes pensamos que todos os bens em segunda mão tiveram uma utilização prolongada, que foram usados durante algum tempo, e que também seu atual proprietário, ficou cansado do artigo e decidiu vendê-lo, mas nada está mais longe da realidade.

Um artículo de segunda mão, não é por ser de segunda mão que seja precisamente “usado”, uma vez que centenas de itens diariamente são presenteados e nunca são utilizados, como acontecem em ocasiões como casamentos e aniversários, muitas vezes, os presentes se repetem e alguns dos presenteados não querem se dar ao trabalho de ir até a loja e trocar por outra coisa, ou simplesmente não encontram algo que possam substituir, e assim decidem vende-lo.  E hoje em dia com a facilidade de sites como o Usadobrasil.com.br, cada vez mais esta prática tem mais adeptos.

Você sempre pode encontrar verdadeiras pechinchas, oportunidades, que muitas vezes você não espera encontrar em brechós, e também dá uma segunda chance a um artigo que tem uma longa vida pela frente!

Temos que ter em conta de que existem muitas vantagens com as quais você vai se sentir feliz.

Recicla, Renova, Muda a aparência de uma sala ou quarto, consegue um dinheiro hoje, porque amanhã, se se trata de tecnologia provavelmente vai valer menos.

Consegue ingressos tanto se você vende ou se compra, e assim sair da crise.

Não dê mais voltas, são muitos os que vieram para brechós e só tiveram vantagens com isso.

E você? Já passou por algum brechó físico ou online? Qual foi a sua experiência? Compartilhe conosco os seus prós e contras.